terça-feira, 27 de março de 2012

As Sete Cores dos Chacras


                                        
Vocês já pararam para refletir sobre as virtudes ou boas qualidades que os cristais desenvolvem em cada um de nós? Vamos lá- paixão pela vida, organização e reprodução, autovalor, amor-próprio, comunicação com sentimentos, compreensão ampla e transcendência. Cada uma dessas qualidades está ligada a um centro de energia do corpo ou chacra. Cada chacra possui uma cor que lhe explica, cada cor está, por sua vez, em comunhão com um som, ou melhor, uma nota musical e cada um desses itens bens explorados nos diviniza.Em disposições básicas de cristais, estes são disponibilizados ao longo dos sete chacras, obedecendo às sete cores correspondentes. Façamos agora uma pequena pausa para entendermos melhor a presença do número sete na natureza. Sete são as cores do arco-íris, as notas musicais, os orifícios da cabeça, os dias da semana, as virtudes, os pecados capitais, os arcanjos, a criação do universo e a cada sete anos o homem observa uma fase de mudança de personalidade.Segundo Pitágoras, esse é um número que nos empurra para a evolução, pois representa o compromisso do autoconhecimento, a luta pelo crescimento interno individual. O plano evolutivo com o qual cada alma se compromete ao encarnar tem por foco, chegar a Deus subindo os sete degraus da escada de Jacob, para tornar-se semelhante ao Criador- o micro funde-se ao macro. Seguindo assim os sete comprimentos de onda em sintonia com nossa aura, modificamos agressividade em energia vital e entusiasmo com os cristais vermelhos, os de cor laranja reorganizam nosso passado desfazendo nós familiares e trazendo à consciência quem realmente nós somos, as pedras amarelas fortalecem nosso autovalor, as rosas e verdes estabelecem bons relacionamentos conosco mesmos e com nossos parceiros. A comunicação é aberta e criativa com as de cor turquesa ou azul-claro e as pedras azuis índigo nos fazem calar para ouvirmos nossa própria voz interior. Por fim, purificamos tudo no violeta por ser, com sua chama, a cor que representa um fortíssimo canal espiritual.Os cristais que trabalham transmutando nossas falsas verdades e nossa dualidade são seres mágicos por excelência, pois atuam através da idéia evolutiva do sete nos chacras principais desbloqueando energias destrutivas e purificando nossas cores e tons energéticos pessoais. O processo de cura encontra então um caminho totalmente aberto às sete coloridas energias cristalinas!